quarta-feira, 11 de agosto de 2010

MAIS UM MOVIMENTO CULTURAL NA ZONA LESTE PARA TRAZER CULTURA A TODOS NÓS!

Pois é, gato!
Hoje recebi um daqueles e mails do tipo "vamos salvar a cultura da nossa região". Ouço isto desde moleque, mas hoje tenho outra interpretação: "vamos arranjar um jeito do nosso grupinho se garantir nos próximos quatro anos" ou "preciso me garantir e aparecer nesta". É como a maioria sentada nestas rodas pensa. Mas não são todos. Ao menos na lista abaixo, acredito muito no trabalho do Padre Ticão pois já vi o santo homem mudar para melhor o destino de muita gente humilde - aliás, o nome dele nesta lista me faz quase acreditar na honestidade deste movimento: o Ticão não se suja!
Mas o que me enche o saco mermo é esta moda de artista social. Manja o cara que faz peça de protesto pra denunciar os politicos ao povo na praça pública e o povo, enquanto assiste a apresentação, joga o papel de bala no chão e aí o papel entope o banheiro e a casa dele inunda? Este tipo de artista cheio de discursinhos esquerdistas doidos pra arranjar um ganha niquel seguro? Eu tô de saco cheio desta "bela" condição de artista social que todo mundo assume hoje. Não existe mais preocupação estética, dramaturgica ou algo que "tenho vontade de dizer algo pessoal às pessoas hoje". Existe sim uma necessidade absurda de protesto político, como se ainda estivessemos nas décadas de 60, 70 e 80. Todos os grupos unem suas forças para protestar contra um capitalismo cruel, um neoliberalismo inconcebível, uma burguesia tirana, um churrasquinho de domingo, um bom e velho cigarro industrial ou um sexozinho hétero. Tá um saco tudo isto! Parece que para ser artista hoje o cara precisa votar na Esquerda (quanto mais pra esquerda, mais artista o cara é!), ser homossexual (bi não vale, hein!), ser vegetariano (quanto mais vegano, mais artista o sujeito é!), fumar maconha e criar trabalhos artisticos que revelem à sociedade o âmago, o supra-sumo do protesto desmesurado contra os pobres, fracos e oprimidos.
Não que o artista não possa possuir os adjetivos citados. A questão é que eles se tornam assim por uma grande necessidade de ser "diferente", "causar", 'mostrar para o mundo que posso ser o que eu quiser mesmo que o ofenda". Pelo amor de Deus! Agora se eu fumo um Marlboro ou transo com minha mulher sou visto com maus olhos e todo meu estudo e minha técnica perdem a importancia! Danou-se! Mas não importa: meus heróis não morreram de overdose.
De qualquer forma, vai rolar esta reunião. Não sei se vou, pois estarei no lançamento do catálogo do artista Guilherme Faria na Caixa Cultural Sé. Eu sei: é burguês e chique, mas é de graça e o cara vai tá lá, falando de seu processo de trabalho e demonstrando algumas técnicas. Quando acabar, se der, eu vou na tal reunião, mas devo dizer que se for vai ser só pra confirmar a suspeita que tenho...
Bom, o toque tá dado. Divirtam-se.



"E como é tudo a mesma merda
antes que chegue a vida eterna
Eu vou pedir asilo ao Paraguai
Ah, mas não se importe não:
no final o bandido casa com o mocinho
E o best seller vai pra miléssima edição"
(Raul Seixas &  Marcelo Nova)



Segue o e mail recebido com o nome dos participantes do tal movimento:
Deveremos comparecer nesta reunião de suma importância para a nossa região. Só não poderemos esquecer que essas metas são para o Governo do Estado de São Paulo e que devem ser pensadas com a Secretaria de Estado e suas ações.
Quais são os projetos que ela administra?
E quais são os projetos ou programas de incentivo a culyura que ela desenvolve?
Esta região é contemplada com algum projeto ou programa?
Quais?
O que sugerir, reinvindicar ou cobrar?
A pauta deve ser bem honesta e possível, sem subterfúgios para não nos confundirmos.

MOVIMENTO NOSSA ZONA LESTE GRUPO DE POLITICAS CULTURAIS
Metas de Políticas Culturais para a Zona Leste – 2010 a 2022
Próxima reunião
Dia 14 de agosto - Sábado- 14:30h
Local: Rua Mario Dallari, 170 - Trav. da Av. Marechal Tito - São Miguel
Para conhecer as Metas e sobre o grupo clique no link abaixo: (não veio link no e mail e eu não me dei o luxo de procurar)
Segue abaixo a ata da último encontro.
Ata de reunião
No último dia 29/07/10 o Grupo de Trabalho de Cultura do Movimento Nossa Zona Leste esteve reunido no Centro Cultural Arte em Construção, espaço do Grupo Teatral Pombas Urbanas, localizado na Cidade Tiradentes, nesse encontro foi tirado algumas demandas que alguns integrantes do grupo ,então presente, ficaram encarregados de dar encaminhamento.
A reunião teve início com a apresentação e em seguida informes gerais.
Ata do Encontro:
Elaboração de um documento que conste as metas das políticas culturais para serem entregues aos parlamentares que comparecerem no encontro que esta sendo organizado pelo Movimento Nossa São Paulo para ocorrer no dia 23/08/10 as 19h na Penha.
Organizar uma Conferência Municipal livre de Cultural. Esta proposta surgiu como um desafio para este GT, primeiro porque as duas últimas Conferências Municipais foram convocadas pelo governo, e segundo porque a idéia de organizar uma Conferência na Zona Leste poderá ser uma referência para as outras regiões da cidade, para tanto levantou-se a necessidade de criar uma agenda para a organização do evento.
Próxima Reunião ficou para o sábado 14/08/10 as 14:30h
Local: Fundação Tide Setubal – São Miguel
Rua Mario Dallari, 170
Instituições, grupos e artistas participantes:
Instituto Pombas Urbanas – Adriano
Fundação Tide Setubal- Tião Soares
Movimento Cultural Penha – Julio
Instituto União Keralux – Evandro / Adriana
Nova União da Arte – Valter Passarinho
Sucatas Ambulantes – Jefferson Cristino
MADR – RAPs – Manulo
Associação São Martinho – Aguinaldo Alves
Ponto de Leitura – S.Miguel – Adelina Martins
Zulu de Arrebatá – Músico
Antonio Carlos – Músico
Marinho Toledo – Arte educador
Michael Castro
Paulo Francisco dos Santos
Mauro Mendonça – Músico
Projeto Gente – Silvio de Almeida – Ponto de Cultura de S.Mateus
Igreja São Francisco – Padre Ticão
Rede Social Penha – Neemias Rodrigues
Ponto de Cultura do Jd. Sapopemba – Roni Lima
Jornal Voz da Comunidade – Luis França
Ajudem a divulgar.

nota: VOCÊS JÁ PERECEBERAM QUE ESTE TIPO DE GRUPO, CHEIO DE PESSOAS INTERESSADAS EM SALVAR NOSSA VIDA CULTURAL, SEMPRE SURGEM EM ANO DE ELEIÇÕES?

4 comentários:

Giu Confuorto disse...

Afe, meu. Que tipo de artista vota no PSDB?

hehe. Gostei muito do post. =]

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Eu voto no PSDB.
É como Hayashi definiu muito bem:
Quem não é socialista ou comunista antes dos 20 anos, não tem coração.
Quem é depois dos 20, não tem cérebro.
Menina: estou com 35!
A "esquerda" quer a mesma coisa que a "direita': estar no poder. Eles não estão nem aí pra vc, apesar do discurso.
Abre o olho, Giu!
Bjs.

Giu Confuorto disse...

QUE BOM QUE VOCÊ PEGOU A IRONIA DO MEU COMENTÁRIO

eu só quis, ironicamente, enfatizar o que você disse no post todo: artista não precisa votar no PSTU pra ser artista, nem ser gay, nem ser drogado. Artista tem que fazer arte.

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

É isso aí, garota!
Bjão no coração!