quarta-feira, 14 de outubro de 2009

SÃO MIGUEL INVADE O GUARUJÁ: SACHA E G.R.A.V.E. NA PRAINHA BRANCA










(fotos de Grasi Ella e Claudemir "Dark'ney" Santos)

Feriadão prolongando o fim de semana. Saímos de São Paulo, compramos Marlboros em Mogi e descemos a serra. Eu, Haybá, MaGrasi no canalhoprata. Após a balsa, cachaça no primeiro boteco. Chegamos às três. Três e meia Sacha e Nando Z saem de São Paulo. Vão chegar umas nove da noite e encontrar um japonês fresco puto. A moça tá sempre assim quando acorda. Na minha opinião, falta de pica - mas isto não vem ao caso agora. Percorremos uma trilha de vinte minutos mais ou menos no escuro. Bá mancando mais que uma mula manca. Neguinho parando pra enrolar back ou beck ou beque - podem escolher! - e levando esculacho de Hayashi. Lá vamos nós pra prainha branca!

No Freedom bar, Sacha já montava o circo. Tocou acompanhado por Marrom, Luizinho Gago Grego e Nando Z. Depois, o G.R.A.V.E. demonstrou algumas canções. Shows bons com público pequeno. Deve-se levar em conta que a praia parecia uma sucursal da Jamaica e os bares só tocavam reggae. Um forró, uma mpb mais elaborada como a dos nossos amigos não causava tanto interesse, de fato. No mais, o bar top de linha da praia era um tal de Larica's bar. Reggae, eletrônica, forró universitário (será que colegial pode ouvir?. Casa com visual legal, pessoas bonitas - e feias, naturalmente. Tudo feito para sua diversão. Aliás, estivemos lá bebendo guaraná e curtindo a noite até umas três horas. Quando vimos Nando Z mijando no mar mostrando o rêgo para um casal romantico, percebemos que estávamos mucho loco e corremos para a barraca. Marrom fugiu para São Paulo cedo (junto com Nando, Grasi, Luizinho e Fernanda), e deixou suas economias na minha mochila - digo, jaqueta. Meu amigo, a verdade é que depois das duas, pra mim até a barraca era mochila! Aliás, não podemos esquecer Luizinho trocando cueca as cinco da manhã - e eu pensando que era seis - e acordando todo o camping.

No domingo, passamos o dia na praia com Sacha Arcanjo, bebendo e indagando de bar em bar até a hora do almoço. Depois, para nossa surpresa, o chuveiro do camping queimou e ninguém deu jeito. Banho frio para todos, e Hayashi me sai do banheiro com um turbante rosa na cabeça, parecendo a Gal Costa na capa daquele vinil. Ia ter um sarau à noite. Bá se amuou na mochila - digo, barraca - e eu com Hayashi fumos ao sarau. Sim, nós fumos e não encontremos ninguém. Voltamos ao camping, pegamos Bá, comemos pizza e encontramos Zé da Lua. Falou de novo do sarau, que ia começar um pouco mais tarde e blá. (No caso do Zé da Lua é só um blá, mesmo). Dissemos que iámos tirar um cochilo e depois iriámos lá. Cochilamos até de manhã cedo.

Café da manhã, praia, sol, cerveja, uma dor de cabeça que insiste até hoje e a volta debaixo de trânsito, chuva, caminhos errados e, enfim. Foi bom também.

O dono do Freedom convidou Sacha e G.R.A.V.E. para voltar em breve - quem sabe no fim do ano? - e tocar no local. Sacha cogitou um bar com sua música e a comida da Célia. Eu acho que quebrava até o Larica's - sem trocadilho.

De qualquer forma, de volta a São Paulo. Todos nós. Agora, é aguardar os próximos capítulos!

19 comentários:

Tarcísio Hayashi disse...

Foi bom também, e eu acho que o som teve uma boa recepção. A galera aplaudiu, coisa que não acontece muito em bares, dançou e no dia seguinte ouvimos comentários favoráveis, inclusive de uma campista que estava ao nosso lado, que perguntou se não tocaríamos em outro lugar pq ela curtiu o som. E se o pessoal pediu pra voltar é porque tava bom né?

Cheiro de flor disse...

Deve ter sido, mesmo, muito bom!
Pena eu não ter ido. É sempre bacana o publico da Prainha!
Na próxima espero poder ir.

RAIMUNDO MARROM disse...

Foi massa mermo a prainha branca,verde e roxa...O sons do Sacha e grave foram massa... faltou a nossa Fotógrafa oficial de noite e de dia...rs!

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Faltou mesmo. Re Teixeira é sempre um colírio para os olhos - e no meio de tantas cores, sabe lá se não seria ainda melhor, fosse de noite ou fosse de dia...

Que sacada, hein, MARROM!

Grasi. ela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Grasi. ela disse...

Esse tal Laricas me parecia uma festa de Gogo Boys ao som de "Im too sexi for my hair"... (lá ele. vô-t)e olha que nem guaraná eu tomei pra ouvir essa música!! kkkk

Tarcísio Hayashi disse...

Ah! Grasi... E vc ainda deu um puta esculacho em mim e no Claudema né? Não esqueci não po!

Claudema: Grasi entra na barraca e dorme um pouco.

Grasi: Não to com sono, to com frio porra!

Tarcísio e Claudema: Tá brava Grasi?

Grasi: Não to brava, to com frio CARALHO!

Eu hein.... e a gente só tava sendo gentil....

snif...(afinal a banda agora é emo)

Cheiro de flor disse...

Agora a banda é emo e Grasi é roots!
hahaha, boa Grasi.ela.
E me diz Marrom, oq é isso que a Prainha é verde e roxa?
Na próxima a "fotografera" vai fazer o possivel pra ir!

Grasi. ela disse...

Agora botei pra ferrar (pra não usar o termo exato)... kkkkkkk... poxa Tarcísio foi mal bichu... é que eu tava num tal "dream time" na beira da lagoa tentando decifrar q som estranho era aquele que vinha de alguma parte daquele mato. Ou era porco do mato, ou gato do mato, ou pato do mato, ou acasalamento no mato... kkkk...
"Prometo que nuca mais faço isso!!"

Ah! Entrar na barraca?? (Lá ele, vô-te, facões, no samba.. e o outro do coelho tb!!!!)

Singelas desculpas Claudemir e Tarcísio Hayashi =]

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Marrom deve ser daltonico se viu só isto de cores: a praia tinha umas trezentas e setenta e cinco cores diferenciadas. E a Grasi Ella não perde por esperar. Ninguém me ofende impunemente!
Não se pode mais nem ser gentil com esta mulherada, que puta que pariu!
E digo mais: O próximo que deixar o Luizinho Gago Grego ficar gritando a plenos pulmões, as cinco da manhã, que vai trocar a cueca porque ela tá molhada, bêbado que só Nando Z mijando na frente de um casal - hetero - de namorados e mais equivocado que a Bá achando que aquelas duas meninas ali são amigas e o veado sou eu... Ichi! Esqueci o que eu ia dizer.
Sabão é uma coisa muito louca, né?

Tarcísio Hayashi disse...

Digo-lhes uma coisa: esses sons me assustaram bastante. Foi quase um bad dream time... E os sons incluenciaram muito nas cores da prainha branca. E o lance é o seguinte: Branco é mistura de todas as cores né? Então o nome está certo pq eu consegui ver as cores todas separadas....

Tudo bem Grasi... vc é assim mesmo...=)

Nando Z disse...

Bichu vcs ainda perderam depois o segundo ato do meu xixi fiquei tanto tempo me aliviando que fui derrubado pela onda foi bunitu!!! parabens a luizinhu que foi o indaguento da madruga!!!

Cheiro de flor disse...

Hahahaha, Nando!
Vc é um barato, mesmo!

Nando Z disse...

PS: Parabenizo Claudemir Santos por ser o unico cabvra na prainha a usar botas mermo!!! ñ as tirou em nenhum momento isso é rock roll !!!rs

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Sabe como é, né Nando Z, ao contrário de certos cabeludos, tenho uma reputação a zelar.

Barbara Ramos disse...

Nando vc precisava ver o processo de tirar as botas pra dormir... ninguém faria igual! E a praia era colorida mermu!!!

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

E eu só não dormir de bota porque a mochila - digo, a barraca - não era minha!

Cheiro de flor disse...

Mas isso me lembrou mesmo uma outra pessoa, uma garota que conheço, também, usa botinas de rock'n'roll na praia. Isso é mesmo impressionante!

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Não tira a bota???
então bota na roda pro nando ver!