segunda-feira, 26 de outubro de 2009

MUITOS AMORES E VIAGENS TEMPORAIS NO TEATRO DO SESI PAULISTA

Este fim de semana saí do bairro mãe para prestigiar algumas coisas que acontecem por aí, fora da fronteira. Como sei que o Sesi Paulista sempre tem uma ótima programação, fui prestigiar as peças em cartaz. Evidentemente foram ótimas e merecem recomendações. Há dois espetáculos em cartaz:

ESPIRAL DO TEMPO, de Cláudia Vasconcellos, com a Bendita Trupe. Cinco adolescentes, numa noite de eclipse, entram numa espiral do tempo e são enviados para o passado, vivendo aventuras na pré história, na Grécia antiga, na França e nos mares do Atlântico e participando da história da humanidade ao lado de Heitor, Molière e Pedro Álvares Cabral, entre outros. O cenário, assinado por Daniela Thomas é estilizado e funcional. A música, híbrido mecânico e ao vivo, funciona maravilhosamente bem; o músico Denis Duarte utiliza vários instrumentos, dando um show a parte sem prejudicar o trabalho dos atores que, competentes, interpretam vários arquétipos em cena, divertindo e prendendo a atenção do público. Johana Albuquerque assina a direção. O espetáculo é infanto juvenil, com uma pegada gostosa de sessão da tarde, cheio de aventuras, humor e descobertas humanas.
SÁBADO E DOMINGO: 16H
ENTRADA FRANCA
Até 29 de NOVEMBRO
Mais informações
www.benditatrupe.com.br
contato@benditatrupe.com.br


A HISTÓRIA DE MUITOS AMORES, de Domingos Oliveira, com a Fraternal Cia. De Arte e Malas-artes. Uma tragicomédia fantástica, com influências shakespeareanas e citações estéticas sutis a Win Wenders e Josef Von Stenberg. O circo Portobello, em decadência, recebe uma nova funcionária, a bela Ângela, que causa paixão no dono do circo, no palhaço e no trapezista. Ao mesmo tempo em que os três lutam pelo amor da garota brincalhona, precisam cuidar da tentação de venda do circo para um empresário ganancioso. Lírico, onírico, com um final surpreendente, a peça é encantadora e inesquecível. Os atores cativam o público durante duas horas e a vontade que temos é de entrar no teatro e assistir tudo de novo. Vá – e, quando for, me chame!
QUINTA E SEXTA – ENTRADA FRANCA
SÁBADO E DOMINGO – R$10,00 / R$5,00
ATÉ 29 DE NOVEMBRO
Mais informações
www.fraternal.com.br


Entre uma peça e outra, você também pode visitar a exposição ARTE COLOMBIANA 1948-1965, na galeria do Sesi, muito bacana, que está lá (ele) até 25 de Janeiro. Bom passeio a todos.

5 comentários:

Cheiro de flor disse...

Estou pra ir ver estas duas peças a um tempão!
Vamos marcar, pessoal?

Cheiro de flor disse...

Ah! Não te perdoarei por não ter me chamado Dark'ney Santos! hunf.

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Desculpe, baby flor, mas eu estava numa missão romantica, se é que vc me entende! Mas na próximo eu te chamo, nem que tu vá de castiçal, pois não te quero brava comigo, apenas te quero (pisar na fulô)!

Cheiro de flor disse...

Ah! Foi o que imaginei, rs.
Assim sim! Sem problemas.

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Obigado pela compreensão. Vc é um amor, Flor, um aroma diferenciado no cheiro desta vida!