sexta-feira, 7 de maio de 2010

G.R.A.Ve. em Itaquaquecetuba

Tardiamente venho reportar a participação do G.R.A.Ve. no 13º Festival de Itaquaquecetuba. O festival ocorreu em um domingo a tarde, sendo certo que chegamos ao local às 13:30 hs, meia hora antes do sorteio da ordem para a apresentação, ou seja, recorde no horário! Contudo, tal proeza não foi suficiente e o tal sorteio foi o prenuncio. Se fosse bingo já tínhamos perdido. Fomos a 27ª banda a se apresentar, o que nos exigiu bastante paciência para aguentar as outras bandas, e aqui falo claramente: VÁRZEA TOTAL. Disputamos com Rock 80 meio Europe (It's the Final Countdown), Rock 00 (Emo, vários deles, um mais esquisito que o outro), Gospel (com pregação e tudo), pagode (não o de viola, o de boiola saca?) e outras coisas que minha cultura não me permite nomear (ou não quer sabê-lo?). Eram 40 apresentações, uma insanidade que estava nos deixando insanos, razão pela qual no intervalo do certame fomos num restaurante que havia ali perto, o local em que foi iniciada a FUGA PARA O BUTECO. Bebemos pra espantar o sono, o cansaço e as músicas ruins. Vimos o jogo do Santos, indagamos e voltamos ao festival, agora já na fase da concentração para tocar. Cigarro, andanças, risadas, broncas e apoio amoral. Vamos fazer o que tem que ser feito. Tocamos. Saímos. Aguardamos o resultado decepcionante, em que descobirmos que não levamos nada (melhor do que levar na bunda...). Ficamos PUTOS PRA CARALHO, Nando Z queria matar uns emos que estavam por ali. Fuga para o Didi e o resto é indaga.
Segundo um dos jurados com o qual conversei, este me afirmou que o festival foi bastante honesto. Eu ainda acredito num certo bairrismo, mas tudo bem, pode ser discurso de perdedor mesmo.
Assistam, apesar da qualidade.

6 comentários:

Tarcísio Hayashi disse...

Para tornar clara a observação da qualidade, depois da indaga de Nando Z: Me refiro à qualidade de gravação, equalização, a parte técnica. Quanto à execução nós do G.R.A.Ve. acreditamos que está muito bom. Podem discordar e indagar se quiserem, mas tenham coerência hein! Que não me apareça um artista de rua (nada contra, vocês entenderam!) falando merda sem entender nada.

Nando Z disse...

puta to preocupado!! acho que to ficando muito mais chaaaaaaaaaato por influência de Tarcisio meu deus!!!!rs

Blog do Akira disse...

Pôrra, 40 bandas, só de imaginar já estou ficando furioso. Perto disso os penaltis que o Palmeiras perdeu contra o Atlético de Goiás é fichinha. Assisti à gravação e canção e arranjos são ótimos para o meu gosto, aliás o G.R.A.Ve. é ótimo.

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Perderam.
Perderam e bem feito!
O G.R.A.Ve não é bandinha pra festival bandido, não. Vão botar o bloco na rua que é o lugar de vocês!
Nem ouso dizer que o Festival é sério ou não, só sei que escuto dizer que boa parte dos participantes fazem música pra ganhar festival. O G.R.A.Ve faz música porque precisa expressar sua arte de maneira peculiar e pessoal, independente de prêmios, festivais ou babações de ovo.
É...
Mas que ia ser legal ganhar, ia, hein!!!

alucinogeno_dramatico disse...

Faço minhas as palavras de Claudemir, menos a parte do bem feito que perderam. rs.

Tarcísio Hayashi disse...

Bom também galera. Valeu a babação de ovo =) (Sacanagem minha hein!)