quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Perdão pela insolência, mas...

Não sou disso, de encaminhar corrente, piadas, mensagem de ajuda para a criancinha com câncer e tal, mas, realmente, essa que agora vos mando é muito inteligente (embora seja quase um clichê), do contrário, não estaria me dando o trabalho de publicá-la... (o sith Darkclaud [ou seria Darkmau?] vai ficar uma arara... rsrsrs)

Um senador está andando tranqüilamente quando é atropelado e morre.

A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.
-'Bem-vindo ao Paraíso!'; diz São Pedro

-'Antes que você entre, há um probleminha.


Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos bem o que fazer com você.

-'Não vejo problema, é só me deixar entrar', diz o antigo senador.
-'Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o seguinte:

Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode escolher onde quer passar a eternidade.


-'Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso diz o senador.

-'Desculpe, mas temos as nossas regras. '

Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno.

A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe.

Ao fundo o clube onde estão todos os seus amigos e outros políticos com os quais havia trabalhado.

Todos muito felizes em traje social.

Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo.


Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar.



Quem também está presente é o diabo, um cara muito amigável que passa o tempo todo dançando e contando piadas.


Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir embora.


Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe.


Ele sobe, sobe, sobe e porta se abre outra vez. São Pedro está esperando por ele.


Agora é a vez de visitar o Paraíso.


Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas e cantando.


Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São Pedro retorna.

-' E aí ? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso.


Agora escolha a sua casa eterna.' Ele pensa um minuto e responde:



-'Olha, eu nunca pensei .. O Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno.'



Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno.



A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo.


Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos.


O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do senador.


-' Não estou entendendo', - gagueja o senador - 'Ontem mesmo eu estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!!!'


O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz:



-'Ontem estávamos em campanha.
Agora, já conseguimos o seu voto...'

9 comentários:

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Como diria meu amigo Tiago Araújo - e só ele diria uma coisa dessas mermo! - Isto me parece a "Igreja do Diabo", do Machado de Assis.
Aliás, o próximo que postar piada será censurado por mim e pelo Dr. Hayashi. Tenho dito! Lá ele!

Tarcísio Hayashi disse...

Ah bicho essa foi boa... deixa o povo escrever! =)

Nando Z disse...

Oh bichu foi bacana mermu, agente ñ se leva a serio mermu então vamu da risada!! e só isso que eu dou pois vcs sabem, minha mãe ñ deixa

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

O próximo que reclamar porque eu to censurando será censurado!

Tarcísio Hayashi disse...

To reclamando! To reclamando!!!=)
Não me censura não hein Claudema!
Lá ele!

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Tá censurado! Não irás beber nos próximos dez minutos ou não irás trepar nos próximos dez anos. Escolha sua condenação. Serei bonzinho desta vez, mas da próximo, meto a mão na nuca!

Tarcísio Hayashi disse...

Tá bom, eu fico sem beber...

Claudemir "Dark'ney" Santos disse...

Sem beber? Dez minutos? Duvido!

Barbara Ramos disse...

Ainda bem que foi essa a escolha... Tio não faça mais isso!!!